DILMA: INTERFERÊNCIA DOS EUA NA VENEZUELA LEVARIA À GUERRA CIVIL


Em uma entrevista para a televisão internacional, a presidente deposta Dilma Rousseff foi categórica ao analisar a ameaça de intervenção na Venezuela feita por Donald Trump: seria criminoso e extremamente prejudicial à região; "Nós somos um continente que vive há mais de 140 anos em paz. Qualquer tentativa de interromper o processo legal e constitucional na Venezuela, antecipando eleições ou tentando outras formas quaisquer, para mim, é algo extremamente perigoso. Dará guerra civil. Não será aceito pacificamente pelo governo sair, entregar o poder à oposição”, avalia a petista

10 DE OUTUBRO DE 2017 ÀS 05:24 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube


247 - Em entrevista à agência internacional Ruptly, a presidente deposta Dilma Rousseff criticou duramente as ameaçar de intervenção na Venezuela feitas pelo presidente americano, Donald Trump.

"Nós somos um continente que vive há mais de 140 anos em paz. Qualquer tentativa de interromper o processo legal e constitucional na Venezuela, antecipando eleições ou tentando outras formas quaisquer, para mim, é algo extremamente perigoso. Dará guerra civil. Não será aceito pacificamente pelo governo sair, entregar o poder à oposição”, afirmou.

A petista comparou ainda a situação da Venezuela com a ocorrida em outros países.

"Eu não tenho condições de fazer uma análise da oposição venezuelana. Mas sei que, muitas vezes, os Estados Unidos se equivocaram ao olhar certas oposições e dizer “ah, são democráticas”. Diziam isso do governo sírio. E o que é que surge da oposição governo sírio? Surge o Estado Islâmico", compara.

Confira abaixo o trecho da entrevista em que Dilma faz a comparação:

https://www.brasil247.com/pt/247/mundo/321622/Dilma-interfer%C3%AAncia-dos-EUA-na-Venezuela-levaria-%C3%A0-guerra-civil.htm

Useful links