JUSTIÇA MANDA SOLTAR ALMIRANTE OTHON PINHEIRO


O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) revogou nesta quarta-feira, 11, a prisão preventiva do almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, ex-presidente da Eletronuclear; informação é da colunista Mônica Bergamo. Othon Pinheiro é considerado um dos mais importantes cientistas nucleares brasileiros e um dos pais do programa nuclear do país, ele foi condenado a mais de 40 anos de prisão na Operação Lava Jato; almirante está passando por um tratamento de câncer de pele. "A soltura é um ato de justiça e humanidade", disse o advogado do almirante, Fernando Fernandes

11 DE OUTUBRO DE 2017 ÀS 15:04


BRASIL 247 - O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) revogou nesta quarta-feira, 11, a prisão preventiva do almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, ex-presidente da Eletronuclear.

A informação é da colunista Mônica Bergamo. Othon Pinheiro é considerado um dos mais importantes cientistas nucleares brasileiros e um dos pais do programa nuclear do país, ele foi condenado a mais de 40 anos de prisão na Operação Lava Jato.

Acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e de tentar embaraçar as investigações, ele estava detido há dois anos, numa instalação da Marinha no Rio de Janeiro.

O almirante está passando por um tratamento de câncer de pele. "A soltura é um ato de justiça e humanidade", disse o advogado do almirante, Fernando Fernandes.

Useful links