O risco de uma nova crise financeira


Por Carlos Drummond — Carta Capital

Grandes bancos anulam a regulação, o dinheiro não vai para a economia real e o medo da reedição de 2008 aumenta

Os representantes dos países do G-24 receberam apelos para pressionarem por regras mais duras para os bancos e os fundos


Na quinta-feira 19, o G-77 e a China divulgaram um alerta sobre a necessidade de reformar o sistema financeiro internacional, inclusive com adoção de severa regulamentação, para reduzir e desencorajar a especulação.

A mudança, diz o comunicado, deve contemplar uma reformulação do FMI e do Banco Mundial, em especial das suas estruturas de governança, com base na representação plena dos países em desenvolvimento, pois “é necessário ampliar e fortalecer a sua voz e a sua participação na tomada de decisões econômicas internacionais, na definição de normas e na governança econômica global”.

Esse último pleito é reapresentado há anos ao Fundo e ao Banco, mas os Estados Unidos e as demais potências sempre se opuseram à iniciativa.

Criado em 1964 e hoje com 134 países, o G-77 visa articular e promover os interesses econômicos comuns aos seus integrantes e criar maior capacidade de negociação conjunta na Organização das Nações Unidas, além de promover a cooperação para o desenvolvimento no Hemisfério Sul.

CONTINUE LENDO AQUI:

https://www.cartacapital.com.br/revista/976/o-risco-de-uma-nova-crise-financeira

Useful links