REQUIÃO DENUNCIA ENCOMENDA PARA DAR ESPAÇO AÉREO E EMBRAER AOS EUA


O senador Roberto Requião (MDB-PR) denunciou o que chamou de "encomenda" para aprovar um acordo de liberação do espaço área entre Brasil e EUA; "Mas já não temos empresa aérea e não teremos jamais empresa alguma, porque as empresas americanas tomaram conta deste espaço. Mas de repente, não mais que de repente, o Senador João Alberto (do MDB-MA) inverte a pauta, sem avisar ninguém"; disse; "O que eu posso imaginar disso? Havia uma encomenda para que aquilo fosse aprovado a toque de caixa, sem nenhuma discussão?", questionou

8 DE MARÇO DE 2018 ÀS 20:46 //

BRASIL 247 - O senador Roberto Requião (MDB-PR) denunciou nesta quinta-feira (8) o que chamou de "encomenda" para aprovar um acordo de liberação do espaço área entre Brasil e Estados Unidos.


"Mas já não temos empresa aérea e não teremos jamais empresa alguma, porque as empresas americanas tomaram conta deste espaço. Mas de repente, não mais que de repente, o Senador João Alberto (do MDB-MA) inverte a pauta, sem avisar ninguém. E coloca o item 7º em votação sem presença de senadores em Plenário (não tinham 7 ou 8 senadores no Plenário)", disse.

"O que eu posso imaginar disso? Havia uma encomenda para que aquilo fosse aprovado a toque de caixa, sem nenhuma discussão? Por isso a inversão da pauta, por isso a ausência do Plenário? O que é que está acontecendo com o Senado Federal? Eu ia entrar com um mandado de segurança, mas o STF já decidiu que essas questões são internas do Senado da República", acrescentou.

O parlamentar disse, ainda, que o Senado não lhe oferece segurança alguma "para fazer valer o regimento e a opinião dos Senadores". "Então eu fico aqui com a impressão de que o Senador João Alberto aviou uma encomenda, fazendo votar de forma repentina sem a presença dos senhores Senadores e sem nenhum debate consistente. Fica aqui a minha revolta! Que eu posso fazer? O que estou fazendo. Através das rádios que derem abrigo a este meu lamento, a esta minha indignação, levando ao conhecimento do Brasil o que acontece no Senado. Espaço aéreo brasileiro agora entregue aos EUA. Já entregaram o petróleo, já estão vendendo a Embraer, a Eletrobras... Brasil para os brasileiros, não mais", complementou.

Useful links