FACEBOOK USA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PARA PREVER O COMPORTAMENTO DE USUÁRIO PARA ANUNCIANTES


Por Sam Biddle no The Intercept Brasil

DESDE O INÍCIO do escândalo da Cambridge Analytica, em março, o Facebook vem tentando tomar uma posição em defesa da privacidade dos usuários, distanciando-se das práticas inescrupulosas da consultoria britânica. “Proteger as informações das pessoas é um princípio fundamental de tudo o que fazemos”, escreveu Paul Grewal, vice-diretor do departamento jurídico da empresa, poucas semanas antes de o fundador e CEO da empresa, Mark Zuckerberg, fazer garantias semelhantes no Capitólio, dizendo aos parlamentares: “Acreditamos que temos a responsabilidade de não apenas criar ferramentas, mas de garantir que essas ferramentas sejam usadas para o bem.” Porém, um documento confidencial do Facebook a que o The Intercept teve acesso mostra que as duas empresas são muito mais parecidas do que a rede social tenta fazer parecer.

O documento, recente e classificado como “confidencial”, descreve um novo serviço de publicidade que aprofunda a venda de informações de usuários do Facebook para empresas: em vez de fornecer um serviço de direcionamento de anúncios com base em dados demográficos e preferências de consumo, a rede social oferece às empresas a possibilidade de segmentar seu público-alvo com base no comportamento, nos hábitos de consumo e nos posicionamentos futuros dos usuários. Isso é possível graças a um software de previsão que usa uma inteligência artificial capaz de evoluir sozinha, lançado pelo Facebook em 2016 e batizado de “FBLearner Flow”.

CONTINUE A LER AQUI:

https://theintercept.com/2018/04/13/facebook-inteligencia-artificial/

Useful links