BOULOS PROPÕE FRENTE DA SOCIEDADE CIVIL


Em entrevistas à imprensa portuguesa, o líder do MTST e presidenciável do PSOL, Guilherme Boulos, destacou a necessidade de uma frente de defesa da democracia; "Uma frente não apenas de partidos, mas também de intelectuais, artistas, juristas, movimentos sociais, enfim, uma frente da sociedade civil para defender o que resta de democracia no Brasil, perante ameaças que vêm dos militares, de setores fascistas, que estimulam a violência política, ameaças que vêm do próprio sistema judicial", diz Boulos

16 DE ABRIL DE 2018 ÀS 08:28 //


BRASIL 247 - “É necessária uma frente de defesa da democracia. Uma frente não apenas de partidos, mas também de intelectuais, artistas, juristas, movimentos sociais, enfim, uma frente da sociedade civil para defender o que resta de democracia no Brasil, perante ameaças que vêm dos militares, de setores fascistas, que estimulam a violência política, ameaças que vêm do próprio sistema judicial. Agora a unidade da esquerda tem de ser em torno de um programa”. Guilherme Boulos em entrevista à imprensa portuguesa.

Useful links