CIRURGIA DE EMERGÊNCIA EM BOLSONARO DURA UMA HORA, QUADRO É GRAVE E ESTÁVEL


O candidato a presidência Jair Bolsonaro (PSL) foi submetido a um novo procedimento cirúrgico no Hospital Albert Einstein, em São Paulo; a cirurgia de emergência para desobstruir o intestino delgado em função de complicações pós operatórias durou cerca de uma hora; foram retiradas aderências que obstruíram o intestino delgado, e corrigida uma fístula surgida em uma das suturas feitas na operação inicial após o atentado em Juiz de Fora

13 DE SETEMBRO DE 2018 ÀS 04:24


BRASIL 247 - O candidato a presidência Jair Bolsonaro (PSL) foi submetido a um novo procedimento cirúrgico no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A cirurgia de emergência para desobstruir o intestino delgado em função de complicações pós operatórias durou cerca de uma hora. Foram retiradas aderências que obstruíram o intestino delgado, e corrigida uma fístula surgida em uma das suturas feitas na operação inicial após o atentado em Juiz de Fora.

A reportagem do jornal Folha d S. Paulo informa que "os médicos decidiram pela operação quando ficou claro que o quadro evoluiu para ou uma obstrução completa do intestino delgado ou para o risco de necrose de partes do órgão. São decorrências comuns em casos assim, e graves".

Segundo relatórios médicos, "o quadro clínico do capitão reformado piorou na manhã desta quarta (12), quando foi reintroduzida a alimentação venosa após ele ter reagido mal à tentativa de reiniciar o trânsito intestinal com o consumo de sólidos".

Gustavo Bebianno, advogado de Bolsonaro e presidente do PSL, afirmou que a nova cirurgia fará com que a alta do presidenciável seja postergada. Ele disse: "a previsão de alta ainda era indefinida. Estimava-se que ficaria mais uma semana, dez dias, se corresse tudo bem. Agora certamente vai atrasar".



Useful links