Cristão comunista contra capitalismo


POR CESAR FONSECA

SAMBA DO CRIOULO DOIDO
Papa latinoamericano peronista populista cristão comunista abala os alicerces do capitalismo que vai deixando de ser solução com sua proposta neoliberal para se transformar em desespero para a humanidade. Os mercados já sinalizam abalos sísmicos que fazem as certezas se esfacelarem numa salve-se quem puder, cujas consequências, como se sabe, são sempre pau no lombo dos mais pobres. Cristo ou Marx? Francisco sugere mistura dos dois como alternativa para a humanidade não se dissolver na irracionalidade da economia de guerra, marca registrada do capitalismo concentrador de renda e poupador de mão de obra, no mundo do desemprego estrutural.
Bolhas explosivas

O papa Francisco está agitando o canteiro da direita mundial. O capitalismo, com pensamento único, pautado pelo mercado financeiro especulativo, não é solução, é problema. Ninguém acredita. Por isso, bate biela, segundo os mais atinados de Wall Street. A supervalorização das ações, na base da especulação, não está guardando correspondência com a realidade. Pinta novo crash global. A velha pregação marxista nunca esteve – sempre está, nas crises – tão atual. O lucro cadente na esfera produtiva descola dela para a especulativa, para manter constante ou em ascensão sua lucratividade. Lucro sem produção, sem emprego, sem riqueza real. Nossos lúcidos comentaristas, Belluzo, Assis, Nassif e outros apontam pavores expressos por especialistas como Blanchard e Summers, descrentes do foguetório neoliberal dos bancos centrais. Têm certeza da derrocada inercial secular da taxa de lucro do capital no compasso da superconcentração capitalista, cujas consequências são bolhas que implodem, inapelavelmente.

Brasil perdido

O Vaticano está de olho nesse movimento. O papa contraria os cardeais ligados ao mercado especulativo. Sabe que não existe nada mais anticristão que essa jogatina financeira, que lança a humanidade na mais profunda incerteza. O cristianismo se aproxima do socialismo como força material. Ambos se mostram descrentes do desgoverno que a ambição, a ganância produzem, jogando os seres humanos nas guerras e destruições etc. Trump só consegue puxar a demanda global do capitalismo de Tio Sam, inchando os orçamentos militares, jogando dinheiro grosso na produção bélica e espacial, na dissipação completa do capital. Diz que lançará na circulação mais 1,5 trilhão de dólares. Demanda estatal. Quem acredita em estado mínimo é só a elite golpista tupiniquim, com Temer à frente, mais perdido que cego em tiroteio. A contrapartida dessa opção é destruição da popularidade da direita e centro direita. Não têm chances na disputa democrática. Por isso, o golpe parlamentar jurídico midiático é sua arma, como rolou com derrubada de Dilma.

CONTINUE LENDO AQUI:

http://independenciasulamericana.com.br/2017/11/cristao-comunista-contra-capitalismo/

Useful links